Aprendendo o Holandês

estudando

Estou em processo de aprendizado (sofrimento! ūüėÄ ) do holand√™s, e achei tanto material disponibilizado por pessoas que tamb√©m encararam esse desafio que me senti na obriga√ß√£o de fazer um bom post sobre isso para dividir os meus achados. At√© porque no Brasil cursos s√£o poucos, e caros. Nada como a internet nessas horas.

Primeira coisa: sim gente, √© dif√≠cil. Estou no come√ßo ainda e meudeusdoc√©u como estou ralando.¬†Primeiro achei que era porque √© super distante do portugu√™s. N√£o, n√£o √© isso. Gente do mundo todo reclama. Ent√£o, voc√™ n√£o est√° sozinho. Se prepare para sofrer com a pron√ļncia, com a gram√°tica √† l√° Yoda e mil exce√ß√Ķes. Nesse ponto, ali√°s, parece com o portugu√™s sim.

Segunda dica: se puder, parta do inglês. São línguas muito mais parecidas, e muita coisa se aproveita. E fora isso tem muito mais material em inglês do que em português. Inclusive para traduzir algo do holandês, ou para o holandês, o resultado é muito mais próximo se usando o inglês do que o português. Pois é, tudo colabora.

Mas se não puder, bom, existe material em português sim. A dica aqui são os grupos de brasileiros em mudança para a Holanda, porque livro mesmo, é raro.

Terceira dica, direto da minha professora nesses 90 dias: praten, praten, praten! Mas, eu sei, é mais complicado do que parece. Se estiver por aqui não se iluda: todo mundo fala inglês, e todo mundo vai falar inglês com você assim que sentirem que você não é nativo na língua (ou olharem para a sua cara, como acontece comigo). Mas sempre dá pra pedir, com jeito, para falarem em holandês, ou perguntar como se diz em holandês (sem ser chata, claro, veja se não está atrapalhando a pessoa).

Uma amigona daqui aprendeu assim: ela e o marido holandês combinaram de só conversarem na língua, abolindo o inglês. Estou tentando fazer algo parecido, e olha, ajuda muito.

Se não estiver na Holanda, bom, arrume alguém para falar: o namorado, amigos, ou até mesmo algum dutchie que queira aprender português, fazendo uma troca. Skype está aí para isso, o negócio é não ter vergonha e praticar!

Sobre método de aprendizado acredito que é uma escolha extremamente pessoal. Tem pessoas que precisam de exercícios e gostam de listas de palavras, eu gosto de falar e repetir, e para mim frases são muito mais fáceis de memorizar que palavras soltas. Tem que tentar, se esforçar e achar o que funciona para você.

Mas vamos ao que interessa – os links:

  • Quizlet¬†– tem muito material, muitos exerc√≠cios…. √© √≥timo para treinar.
  • Mijn Woordenboek¬†– um √≥timo dicion√°rio de holand√™s
  • LearnDutch.org – o melhor canal do YouTube para aprender holand√™s com muito material, vocabul√°rio, explica√ß√Ķes e pron√ļncia. Mas vale a pena procurar no YouTube porque tem muita gente postando videos que ajudam muito!
  • Het Kaasmeisje – canal fofinho com videos interessantes sobre palavras e a cultura holandesa.
  • Duolingo – site/app que √© muito bom para praticar no momento da pregui√ßa, fila no banco, enfim. √Č √≥timo para vocabul√°rio principalmente, e uma dica √© olhar os coment√°rios no final de cada exerc√≠cio – outros usu√°rios d√£o √≥timas explica√ß√Ķes para as d√ļvidas que surgirem.
  • De of Het – uma das principais d√ļvidas no holand√™s √© “essa √© uma palavra de ou het?”. Se voc√™ n√£o chegou l√° ainda, n√£o se preocupe, vai chegar. Mas como tudo na vida hoje em dia, sim, existe um app para isso. Ali√°s, mais de um, tanto para Android quanto para IOS. Esse √© o que eu uso, e amo de todo cora√ß√£o.
  • O primeiro curso que eu fiz (acredite, todo mundo aprendendo holand√™s faz alguns cursos na vida) foi esse aqui, pela Universidade de Groningen. Free, e on line, tudo que voc√™ precisa porque holand√™s √© caro, viu. Super recomendo.
  • Dutch Grammar – melhor site de gram√°tica que achei. Muitas explica√ß√Ķes, exemplos, enfim, √≥timo para momentos de desespero.

E use o Google. Muito. Procure porque material e ajuda, porque √© o que n√£o falta. Ah, os¬†grupos no Facebook s√£o fonte inesgot√°vel de dicas e materiais, e ajuda em toda e qualquer d√ļvida que possa aparecer. No come√ßo eu n√£o sabia disso e olha, estudar holand√™s sozinha em casa no Brasil foi bem sofrido e frustrante, quase n√£o tive resultados. Como eu disse no come√ßo tanta gente compartilha o conhecimento que pra que sofrer sozinha? Ah, e se tiver alguma dica, compartilha!

UPDATE

Mais links que estão postando em grupo aqui de Eindhoven do Facebook: