10 coisas mais legais no meu mundo

Bom, isso aqui continua como um plano que vai, não vai, mas hoje acabei me inspirando no post da Letícia, que por sua vez viu a ideia no blog da Raquel, e resolvi fazer um post em lista. Primeiro porque eu sou a louca das listas, e é uma maneira simples e divertida de compartilhar um pedacinho do meu mundo. Aí vai:

1. Decoração

Adoro decoração! Mas no momento, hospedada na casa do namorado, não estou decorando muito coisa, no máximo meu planner 🙂 Minha obssessão nessa área no momento (e creio que nos anos por vir) é a Ikea, claro. É muito amor, é difícil ter algo que eu NÃO goste lá. Saca só:

slaapkamer-dag-rommel 20151_idli07a_01_PH119464Como não pirar? Tem tudo, pra tudo que é gosto, com preço acessível. E você monta sozinho, claro. A holandesada – e a zuca aqui – pira.

2. Livro

0963-1-800x565

Eu ando pela vida meio focada (até obssessiva, sei lá). Mas isso não quer dizer que a gente não se divirta, muito pelo contrário. Um dos livros que mais gostei recenetemente foi o Stuff Dutch People Like, que traz UM MONTE de curiosidades sobre a Holanda e os holandeses, escrito por uma blogueira canadense ótima (aliás, o blog é esse aqui ó). Se tiver alguma curiosidade pelos Países Baixos, compra, e ainda vai rir muito de brinde.

3. Viagem

Eu AMO viajar. E como acabo repetindo toda hora nesse post estou na minha maior jornada, vendo de sair de vez do meu país para poder dormir abraçadinha toda noite com meu amor ♥. Mas essa minha paixão por pegar as malas e ir vem de longe já: minha família é metade no Pará, metade em Santa Catarina, e a gente morava em São Paulo. Então até pra comer bolinho de chuva da avó rolava uma estrada, e em setembro voltando pra terrinha vou lá pro colo da minha nonna, então viajar pra mim é sempre e para sempre.

4. Música

Eis que aqui nas terras baixas toda hora eu acabava vendo na TV uma cantora muito legal, com músicas em inglês, que eu nunca tinha ouvido. Dei um shazam na moça e tcharam: é holandesa a fia! Se chama Anouk, e é impressionante como eu gosto de quase tudo dela. Uma das minhas músicas favoritas e que direto ouço aqui:

Ah, e fora tudo isso, ainda teve o egg incident em 1998 e a atitude dela, gente, me fez virar fã!

Tem como não gostar da moça?

5. Sapato

Tá aí uma coisa que mexe comigo. Sapato e dinheiro é aquilo, nunca é demais. Mas ao mesmo tempo os que mais amo são justamente os mais básicos: um bom pump preto de verniz, um bege nude, uma sapatilha de bico que me leve por aí.

Minhas sapatilhas favoritas no momento são essas aqui, que não saem do meu pé:

2015-07-15 15.17.10

Parece ser Valentino wannabe mas nem tinha ideia quando comprei. Só amo.

6. Maquiagem

Mais um vício. Sim gente, sou bem mulherzinha. E adoro uma maquiagem. Mas confesso que na maioria dos dias vivo no truque mais velho do universo para parecer arrumada sem muito esforço: pele feita, rímel e batonzão. Nada como um pink para te deixar pronta. Não precisa ficar esfumando nada, nem curvex, nada, nada, nada: vai lá bota um batom daqueles e tá linda e pronta. É vida.

No momento muito quero baixar em uma Sephora pra comprar esses batons da Mareu (outra fã do poder do batom) aqui:

Puxo luxo.

7. Ídolo

Não acredito em ídolos. Sei lá, todo mundo é gente como a gente. Mas acredito e admiro escolhas corajosas, atitudes louváveis. Acabei de escrever um texto pra uma aula sobre o incrível Sir Nicholas Winton, que concordava comigo e achava que tinha somente feito o certo – que no caso dele foi salvar 669 crianças dos campos de concentração nazistas. O video com a homenagem feita a ele pelos sobreviventes consegue curar um pouquinho a nossa fé pela humanindade:

Ele faceu dia 01 de julho desse ano, ou seja, há duas semanas. Mas a história, e o exemplo, ficam. Gente como a gente, mudando o mundo.

8. Doce

Doce…. não sou muito fanática não. Prefiro pipoca #mejulgem mas tem um doce que eu amo pelas bandas de cá, e como tem em todo Starbucks no planeta, vale a pena indicar a delícia que é o stroopwafel ♥

O que é? Simples, dois wafel fininhos unidos por um recheiro puro amor. Mas o que eu mais curto é colocar o lindo em cima de um copo de café, fazendo o recheio derreter. E claro que é a coisa mais perfeita com café, então assim, genialidade define.

Typical_dutch_coffeebreak(1)

9. Foto

Essa demorou um pouco pra escolher, porque sou viciada em fotografia. Gosto até de imprimir, fazer álbum, enfim, adoro mesmo.

Mas essa foto aqui embaixo, mal feita com câmera de celular, é uma das minhas favoritas. A primeira vez que vi neve cair. Não foi nada forte, mas fiquei impressionada e adoro as cores nessa foto.

2015-02-04 18.57.34

Uma das coisas mais bonitas que já vi.

10. Blog

Eu entro e saio desse mundinho de blogs há anos, se bem que faz um bom tempo que não sossego o facho e escrevo com regularidade. Mas como leitora sou fiel, com pessoas que acompanho faz tanto tempo que já me sinto a íntima. Uma delas é a Lolla, que desde da época que corria eu sigo por aí.

Advertisements

Ir embora

DSC_3763

Teve dias lá em casa que tudo que eu pensava era em ir embora. Partir, voar. Finalmente estar com quem queria e dar o próximo passo na minha vida pareciam ser as coisas mais importantes da minha vida. As pessoas ao meu redor tinham quase todas a mesma ideia de que seria fácil, de que tudo seria tão melhor, tão perfeito.

Mas a verdade é que ir embora não é nada fácil.

Tem dias que parece que não estou em lugar nenhum: nem aqui, nem lá. Estou aqui mas pensando em lá. Como quando eu estava lá pensando em estar aqui. E essa nostalgia vai me acompanhando, mesmo nas novas experiências, diárias, mesmo estando feliz e tendo certeza que sim, é o melhor caminho.

E olha que tenho data pra voltar dessa vez. Talvez finalmente eu entenda porque afinal saudade é uma palavra tão importante em português. Uma tinta que tinge todos os momentos, felizes ou não, de azul, me fazendo estar sempre um pouco lá. Até dormindo.

Hoje acordei de um sonho onde eu estava de volta e me senti tão triste, acreditando que tinha voltado mesmo. Aí acordei mesmo, abri os olhos e ainda estava aqui. Fiquei feliz, e em seguinda culpada, e novamente dividida. Sem estar lá, estando aqui e querendo estar aqui e lá ao mesmo tempo. E tenho a impressão que ainda vou me sentir assim por muito tempo.